Para aceder ao website da McDonald’s® Portugal utilize, por favor, um dos seguintes browsers: Microsoft Edge, Chrome, Firefox ou Safari.

Este site utiliza cookies. Ao navegar, estará a consentir com a sua utilização.

Saiba mais sobre a Política de Cookies aqui

Aceitar

Produtos

Qualidade e Segurança Alimentar

Trabalhamos, diariamente, para sermos o restaurante favorito dos nossos clientes.

Para atingirmos esta missão, os nossos valores estão na base daquilo que somos, daquilo que fazemos e da forma como trabalhamos.

A experiência dos clientes está no centro do nosso trabalho e empenho diários. Por isso, o objetivo é alcançarmos, sempre e diariamente, a excelência no critério de QSL&V (Qualidade, Serviço, Limpeza e Valor), junto de todos os que visitam os nossos restaurantes.

Segurança Alimentar

O rigor está presente em todas as fases de produção e confeção, desde a seleção dos ingredientes e dos fornecedores, ao transporte dos produtos, aos procedimentos implementados nos restaurantes e à formação dos nossos colaboradores. Estes são os pilares de qualidade e segurança alimentar na McDonald's.

Ingredientes Portugueses

Contamos já com mais de 30 fornecedores portugueses, o que corresponde a 40% do valor total das compras da McDonald's, em Portugal.
A nossa marca tem apostado e investido em parceiros e produtores portugueses que, tal como nós, são rigorosos e exigentes, permitindo oferecer os melhores produtos aos nossos clientes.

Sabia que...

Quais são as garantias a nível da segurança e qualidade alimentar que a McDonald’s oferece aos consumidores?

Trabalhamos, diariamente, para servir produtos seguros e da maior qualidade e, desta forma, corresponder às expetativas dos nossos consumidores, estando por isso presente em todas as fases da cadeia alimentar com o máximo rigor.

  • Conhecemos a origem e o percurso de todas as matérias-primas usadas para o fabrico dos nossos produtos, através do seu lote de fabrico, o que possibilita segui-los desde a sua origem até aos restaurantes.
  • Temos, desde sempre, implementado o Sistema HACCP, não só nos restaurantes McDonald’s, mas também nos nossos fornecedores e cadeia de distribuição. Para além disso, fomos em 2008, a primeira cadeia de restauração de serviço rápido a ver os seus procedimentos certificados pela APCER - Associação Portuguesa de Certificação.
  • Todos os nossos colaboradores têm uma formação intensa acompanhada, diariamente, por um Formador, que garante que qualquer colaborador só é colocado sozinho no seu posto de trabalho quando existe a certeza de que domina todos os procedimentos.

É através destes rigorosos procedimentos de Qualidade e Segurança Alimentar, implementados em toda a cadeia, que conseguimos garantir o melhor produto final, assim como, assegurar uma boa experiência aos nossos consumidores.

Como é que a qualidade pode ser um fator essencial na experiência com o consumidor?

Os nossos consumidores são a razão da nossa existência. A Qualidade e Segurança Alimentar são determinantes e, para nós, uma prioridade máxima, para assegurarmos a melhor experiência de restauração aos nossos consumidores.

Através de padrões rigorosos de qualidade conseguimos garantir, de forma consistente, uma refeição igual em qualquer restaurante McDonald’s – selecionando ingredientes de elevada qualidade, criteriosamente selecionados e provenientes de fornecedores certificados, ingredientes esses que são preparados de forma cuidadosa nos nossos restaurantes, cumprindo elevadas regras de qualidade e segurança alimentar. Conseguimos, deste modo, servir aos nossos consumidores refeições, com um sabor único, e que correspondam às suas expetativas e proporcionar uma boa experiência.

Como é que garantem que os vossos funcionários lavam as mãos?

Sempre que um colaborador inicia a sua atividade sabe, de antemão, que a primeira tarefa é sempre a lavagem de mãos, registada através de um leitor biométrico de cada colaborador e monitorizada a partir de um sistema informático. Todos os nossos restaurantes e, nomeadamente, as nossas cozinhas são dotadas de um sistema de alarme que está programado para, a cada 30 minutos, alertar os colaboradores para nova lavagem e higienização das suas mãos. As mãos são lavadas e higienizadas num posto de lavagem próprio, com um sabão germicida seguido de um gel higienizante à base de álcool.

Qual a razão para os vossos funcionários não utilizarem luvas nas cozinhas?

Sempre que um colaborador inicia a sua atividade sabe, de antemão, que a primeira tarefa é sempre a lavagem de mãos, registada através de um leitor biométrico de cada colaborador e monitorizada a partir de um sistema informático. Todos os nossos restaurantes e, nomeadamente, as nossas cozinhas são dotadas de um sistema de alarme que está programado para, a cada 30 minutos, alertar os colaboradores para nova lavagem e higienização das suas mãos.

É devido ao rigor com que este procedimento é levado a cabo, nos nossos restaurantes, que a McDonald’s não usa luvas para manipular os alimentos. Todos estes pressupostos foram profundamente testados, e cientificamente comprovados, e atestaram que a lavagem das mãos é indubitavelmente mais eficaz no combate à contaminação por manipulação do que o uso de luvas. As luvas são usadas apenas para colocar a carne crua congelada no grelhador, por forma evitar contaminação cruzada com outros alimentos.

Todos os funcionários da cozinha usam rede?

Sim, é obrigatório o uso de rede.

Com que regularidade são verificadas as temperaturas?

Todos os dias, antes do restaurante abrir ao público, verificamos os pontos críticos entre eles: a temperatura da receção dos produtos (camião de transporte), sempre que ocorra uma descarga; a temperatura da câmara negativa e dos congeladores; a temperatura da câmara positiva e dos frigoríficos e a temperatura interna das nossas carnes, grelhadas nos nossos equipamentos.

Como funciona a limpeza das cozinhas?

No fim de cada dia, desmontamos e arredamos todos os equipamentos da cozinha para que sejam devidamente lavados e higienizados.

Como garantem que os funcionários cumprem as normas de segurança e higiene no trabalho?

Para além das auditorias regulares efetuadas pelos Departamentos da Qualidade e de Operações, todos os colaboradores recebem formação de manipulação de alimentos e de higiene e segurança alimentar. No dia a dia, os nossos gerentes têm como principal responsabilidade garantir que todos os procedimentos estão implementados e cumpridos.

Quais são as normas para o vestuário dos funcionários?

Todos os colaboradores usam a sua farda McDonald’s. Na cozinha, a rede para o cabelo e o avental são de uso obrigatório, bem como no balcão o uso da rede, por forma a ser assegurada total segurança alimentar.

Quais os requisitos que um fornecedor da McDonald's deve ter?

A McDonald’s, bem como o conjunto dos seus fornecedores, está dotada de rigorosos procedimentos a nível de rastreabilidade, auditorias, normas de qualidade, higiene e segurança alimentar e responsabilidade social. Este rigor garante a qualidade dos nossos ingredientes e o cumprimento, não só da legislação, mas também do nosso caderno de encargos.

Os nossos níveis de exigência na qualificação dos fornecedores são um garante de qualidade, mas, acima de tudo, um desafio em termos de fornecimento de matéria-prima capaz de abastecer todos os nossos restaurantes a nível nacional.

Nesta altura crítica porque é que os vossos funcionários não utilizam máscaras/luvas?

  • Máscaras: todos os nossos colaboradores, dos restaurantes que ainda se encontram abertos, estão a utilizar máscaras, que permitem protegê-los e resguardá-los, a eles e a todos os clientes que nos visitam, através dos serviços que mantemos a funcionar – McDrive e McDelivery e take-away (nalguns casos).
  • Luvas: todos os colaboradores que estão nos pontos de pagamento (através de dinheiro e multibanco) usam luvas.

Porque não encerram os vossos restaurantes? Não seria mais seguro?

Os nossos restaurantes estão, desde o dia 19 de março, a funcionar em exclusivo com os serviços McDrive e McDelivery. Esta foi a forma responsável de a McDonald’s adaptar a sua operação à situação que se vive em Portugal, por forma a acautelar a segurança e a proteção dos clientes e dos seus colaboradores, bem como continuar a ter um papel ativo, enquanto marca cidadã, de contributo para a minimização do impacto na vida das pessoas que continuam a trabalhar. Assim, nos restaurantes onde continuamos a operar com os serviços Drive, Delivery ou Take Away (nalguns casos):

  • Estamos a rastrear todos os sintomas de COVID-19 através de um questionário efetuado a cada colaborador antes da sua entrada ao serviço.
  • De seguida, os colaboradores procedem à lavagem e higienização das mãos, esta registada através de um leitor biométrico e monitorizada a partir de um sistema informático.
  • Após o procedimento acima mencionado, todos os nossos colaboradores colocam uma máscara, que permite protegê-los e resguardá-los, bem como a todos os clientes que nos visitam.
  • Todos os colaboradores que estão nos pontos de pagamento (através de dinheiro e multibanco) usam luvas.
  • Temos ainda equipas mais reduzidas, por forma a minimizar os contactos pessoais.
  • Reforçámos todos os procedimentos de higiene e segurança já instituídos, seja ao nível da lavagem e higienização das mãos, disponibilização de gel higienizante e garantia de boas práticas de higiene pessoal de todos os colaboradores.

No Drive:
  • Reforçámos o distanciamento social no serviço de Drive, através da colocação de uma mesa de apoio entre a janela de Drive e o condutor, para que se efetue uma entrega de pedido sem contacto. Esta recomendação está em prática em alguns dos nossos restaurantes.
  • Introduzimos uma barreira acrílica de proteção, na maioria das janelas do McDrive, para reforçar a segurança entre o colaborador e o cliente.
  • Utilizamos um único saco, devidamente fechado, no momento de entrega dos produtos ao cliente, para acautelar distâncias de segurança entre os nossos clientes e os nossos colaboradores.

No Delivery:
  • Implementámos medidas para acautelar distâncias de segurança entre os nossos clientes e os nossos colaboradores, devidamente assinaladas através da colocação de fitas adesivas no chão do restaurante e que permitem criar um espaçamento de segurança entre os estafetas deste serviço.
  • Introduzimos ainda, em alguns restaurantes, barreiras acrílicas de proteção junto aos balcões de contacto com estafetas do serviço McDelivery.
  • Recomendámos às equipas dos nossos restaurantes a disponibilização de gel desinfetante para os estafetas, junto aos balcões de recolha das encomendas.
  • Todos os sacos, antes de saírem da cozinha, são selados com adesivos próprios de modo a manterem a qualidade e segurança dos nossos produtos, assegurando que não há qualquer manuseamento ou contacto entre a sua saída do restaurante até à sua entrega ao cliente.

Os Hospitais estão com falta de máscaras. Porque não doam as vossas máscaras aos Hospitais?

Perante a evolução da situação e das recomendações da Direção-Geral da Saúde, tomámos aquela que consideramos ser a decisão mais responsável, por forma a proteger e a resguardar os nossos colaboradores e os nossos clientes: a utilização de máscaras por parte de todos os colaboradores. Esta foi a forma responsável de a McDonald’s adaptar a sua operação à situação que se vive em Portugal e no Mundo, por forma a acautelar a segurança e a proteção dos clientes e dos seus colaboradores. Adicionalmente, procurámos ajudar a comunidade médica e os profissionais de saúde através da oferta de refeições e de outras iniciativas de apoio local através dos nossos restaurantes.

Fazem a limpeza do equipamento de multibanco de cliente para cliente? É possível fazer o pagamento por contactless?

A McDonald’s reforçou todos os procedimentos de higiene e segurança já instituídos, seja ao nível da lavagem e higienização das mãos, disponibilização de gel higienizante, garantia de boas práticas de higiene pessoal de todos os colaboradores, aumentando a frequência de higienização dos equipamentos dos restaurantes, entre os quais os equipamentos de multibanco.
A totalidade dos restaurantes McDonald’s não permite ainda que os pagamentos sejam todos eles feitos por via contactless. No entanto, e nos restaurantes onde este procedimento não é possível, o colaborador utiliza o braço/estrutura extensível através da janela de Drive, que permite ao cliente efetuar o pagamento, minimizando assim quaisquer contactos.